Logon
Blog

Dicas de saúde para aproveitar o carnaval

Cuidar do corpo é essencial para continuar a diversão

Os foliões já estão contando as horas para o início do carnaval. A festa, que já começou para os mais animados, garante momentos especiais e muita diversão, mas, para manter o pique e conseguir curtir todos os dias de folia, é preciso tomar cuidado e preservar a saúde.
Segundo o dr. Alex Sander Ribeiro, coordenador da Emergência do CHN, um dos principais vilões do carnaval é a desidratação. Como vários blocos saem pela manhã, geralmente em dias quentes, é muito importante beber ao menos dois litros de água, água de coco ou bebidas isotônicas ao longo do dia para não perder água demais pelo suor e pela movimentação. No caso das crianças e dos idosos, o cuidado deve ser ainda mais intenso, já que eles podem se descuidar da hidratação. Diante disso, cabe a um acompanhante incentivar a ingestão das bebidas indicadas.

“Caso o folião se esqueça de se hidratar ou tome bebidas alcoólicas, refrigerantes ou outras bebidas que aceleram a desidratação, o organismo ficará sem água suficiente para manter seu bom funcionamento, o que pode gerar náusea, dor de cabeça, tontura e sensação de desmaio”, explica o médico.

As bebidas alcoólicas estão muito presentes no carnaval, e é normal as pessoas exagerarem. Para que a bebedeira não prejudique a diversão, é indicado não misturar bebidas e alternar seu consumo com a ingesta de água ou de alimentos sólidos. Além disso, não se deve abusar da quantidade de álcool, já que os sintomas de embriaguez e de ressaca no dia seguinte podem prejudicar tanto o carnaval quanto a saúde do paciente. E se beber não dirija!

Outro problema recorrente, sobretudo para quem fica muito tempo exposto ao sol, é a insolação, que pode causar os mesmos sintomas da desidratação, além de fraqueza muscular, vermelhidão na pele, sensação de corpo muito quente e queimaduras sérias. Para evitar esse quadro, é indicado escolher roupas e fantasias que deixem o corpo respirar, de preferência feitas com tecidos leves. O uso e a reaplicação do protetor solar, além dos óculos de sol e do chapéu, são imprescindíveis para manter o bem-estar durante o dia.

“Quem vai festejar na rua também deve ficar atento ao que vai comer. Existem muitos ambulantes nessa época que vendem todos os tipos de comida, e a chance de o paciente desenvolver intoxicação alimentar é grande. Sendo assim, devem-se evitar comidas pesadas, como fast-foods e pratos com muitos carboidratos, além de doces, bebidas açucaradas e frutos do mar, dando preferência a saladas, frutas, legumes, verduras e pratos mais leves, com carnes grelhadas”, afirma o dr. Alex Sander.

Segundo o especialista, atenção ao entorno também pode preservar a saúde, como se ligar na força da correnteza do mar ou da cachoeira e não usar objetos de vidro no meio da multidão. Todo cuidado é pouco e, durante o carnaval, o que vale é se divertir com consciência.​

Veja mais